Publicado em

Criança vítima de incêndio em creche em Janaúba recebe alta; três continuam internadas

Mais uma criança vítima do ataque a creche Gente Inocente, em Janaúba, na região Norte de Minas, recebeu alta e foi liberada do Hospital João XXIII.

Segundo a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), a menina foi liberada no dia 17 de novembro e levada de volta à cidade. Porém, a alta dela só foi divulgada nesta sexta-feira (24).

Três pessoas ainda permanecem internadas no HPS: uma mulher em estado grave, mas estável e apresentando melhoras; uma criança em estado grave, mas estável; e mais uma criança estável.

O ataque aconteceu no dia 5 de outubro quando Damião Soares dos Santos, de 50 anos, funcionário da creche, invadiu o local ateando fogo em funcionários, alunos e no próprio corpo.

No momento da tragédia, 75 crianças e 17 funcionários estavam na escola. Até agora, doze pessoas morreram em decorrência da tragédia.

Leia mais:
Defensoria Pública quer que Prefeitura de Janaúba indenize vítimas da tragédia
Funcionária de creche morre e eleva para 12 os óbitos de ataque em Janaúba
Mais uma vítima da tragédia em Janaúba tem alta

Leia mais

Publicado em

Homem é preso por assediar e agredir mulher dentro de ônibus em BH

Um homem de 39 anos foi preso em flagrante após assediar e agredir uma mulher. O crime aconteceu dentro de um Move da linha 50, que faz o trajeto Centro-Pampulha, na noite desta sexta-feira (24).

Segundo a Guarda Municipal, o suspeito teria passado a mão nas coxas da vítima, que tem 23 anos. Ao reagir ao crime, conforme testemunhas, a jovem teria sido agredida com um soco no rosto.

A vítima foi encaminhada ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII com ferimentos leves. O homem foi levado para a Central de Flagrantes (Ceflan) 2, da Polícia Civil, no bairro Floresta, onde a ocorrência foi registrada.

Leia mais:
Ex-procurador da República é investigado por estupro de menina de 6 anos em Florestal

Leia mais

Publicado em

Justiça ouve 9 réus sobre desabamento de viaduto na Pedro I

Nesta sexta (24), nove dos 11 réus considerados responsáveis pelo desabamento do Viaduto Batalha dos Guararapes, ocorrido em julho de 2014, no Bairro Planalto, em Belo Horizonte, foram ouvidos no Fórum Lafayette.

Dos nove, três eram da Construtora Consol, três da Cowan e os outros três da Prefeitura de Belo Horizonte. Um dos acusados morreu e o outro será ouvido por carta rogatória, usada quando um dos envolvidos num processo está fora do País.

O colapso da estrutura do viaduto, na Avenida Pedro I, causou a morte de duas pessoas – o motorista de um carro de passeio e a motorista de um ônibus. O desabamento deixou, ainda, 23 pessoas feridas, entre passageiros do ônibus e operários da construtora responsável pela obra.

O Ministério Público denunciou os responsáveis por desabamento qualificado pelo resultado de morte e lesão corporal, divergindo do inquérito, que indiciou por homicídio.

Para concluir os interrogatórios, a próxima fase vai ouvir o engenheiro calculista que participou da construção do viaduto e mora no Peru. A Justiça aguarda, ainda, a conclusão de esclarecimentos de perícia, para depois abrir o prazo para as alegações finais.
A audiência foi presidida pelo juiz da 11ª Vara Criminal, José Xavier Magalhães Brandão.

*Com TJMG

Leia mais

Publicado em

MP flagra bolinhos de bacalhau, queijos e camarão em cadeia onde estão políticos

Uma inspeção feita nesta sexta-feira (24) pelo Ministério Público na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, flagrou alimentos incomuns no cardápio do sistema penitenciário. Na unidade, estão presos os ex-governadores Sérgio Cabral e Rosinha Garotinho, a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, outros políticos, assessores e empresários, muitos deles investigados pela Operação "Lava Jato".

Na inspeção, as promotoras de Justiça Andrea Amin e Elisa Fraga encontraram alimentos não permitidos na cadeia, como iogurtes, queijos, castanhas, frios diversos, camarão e até bolinhos de bacalhau, itens que não podem ser consumido na penitenciária, que possui cantina com comida própria.

O MP vai comunicar o fato à 7ª Vara Federal Criminal e à Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, responsáveis pelas prisões dos réus flagrados com alimentos irregulares em suas celas, para serem adotadas as medidas cabíveis. Os servidores da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) que tenham colaborado para a entrada da comida também serão responsabilizados.

Leia mais

Publicado em

MST inaugura primeira loja de produtos orgânicos na capital neste sábado

Neste sábado (25), o Movimento Sem Terra (MST) inaugura o mais novo Armazém do Campo em Belo Horizonte. O espaço comercializa alimentos orgânicos vindos dos assentamentos e da agricultura familiar.

A inauguração terá programação cultural e política com artistas como Pereira da Viola, Fala Tambor, Di Souza, Xicas da Silva, entre outros, além de poesia, forró, rap, rodas de conversa e bloco de carnaval.

O evento também marca o lançamento da Cerveja Maria Prestes, em homenagem à militante que, durante muitos anos foi uma militante da Juventude Comunista Brasileira, além de segunda esposa de Luís Carlos Prestes, uma das personalidades políticas mais influentes no país durante o século XX.

“É uma porta que se abre para a sociedade perceber o projeto que o MST defende, a divisão das terras para produção de alimentos saudáveis, de forma materializada, ali com cores, cheiros, sabores”, explica Ester Hoffman, da direção do Movimento.

O Armazém do Campo, que já existe em São Paulo, comercializará produtos orgânicos dos assentamentos de Reforma Agrária de todo o Brasil, e também de agricultores familiares e cooperativas parceiras.

Confira a programação completa:

Divulgação MST / N/A
MSTLeia mais

Publicado em

Novo presidente do Conselho, Perrella pode ser peça-chave para futuro de Itair Machado no Cruzeiro

“Normas estatutárias foram feitas para serem cumpridas”. Com essa frase o presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro até o fim de 2017, João Carlos Gontijo, garantiu que o documento que rege o clube não será descumprido em “hipótese alguma”. Tudo por conta da possibilidade de, se comprovada à condenação penal do futuro vice de futebol Itair Machado, o mesmo não ter condições legais de assumir o cargo a partir de 2 de janeiro do ano que vem.

Como o novo presidente do Conselho Deliberativo para o triênio 2018 a 2020 será Zezé Perrella – aclamado após "acordão" entre alas da situação e oposição – caberá ao Senador da República, caso haja denúncia e essa seja confirmada, sacramentar o futuro de Itair Machado no clube.

Na última quinta-feira (23), a ESPN publicou matéria apontando que Machado, em 2014, foi condenado a três anos e meio de prisão por crimes de ordem tributária. Penalidade privativa de liberdade essa que, ainda de acordo com o site, foi substituída por duas penas restritivas, como prestação de serviços à comunidade ou entidades públicas (pelo mesmo período da condenação), mais o pagamento de dez salários mínimos à entidade indicada pela Justiça.

Nesta sexta-feira (24), o Blog do Paulinho trouxe à tona a possibilidade de Itair Machado não ser nomeado vice-presidente de futebol do Cruzeiro. Tudo por causa do artigo 1º, parágrafo 3º do Estatuto celeste.

De acordo com o documento que rege o clube, “Não poderá disputar eleição no Cruzeiro Esporte Clube nem ocupar cargo de Superintendente ou Diretor, quem incorrer nas vedações previstas na Lei Complementar Nº 64, de 18/05/1990, com as alterações introduzidas pela Lei Complementar 135 de 04/06/10, e perderá o cargo de dirigente ou conselheiro que vier a ser condenado, em decisão judicial transitada em julgado, por crime enumerado na alínea “e” do artigo da Lei Complementar 64”.

Posição do atual presidente do Conselho

Independentemente do cenário para o ano que vem, com a mudança de comando no clube e no Conselho, João Carlos Gontijo afirma que os conselheiros serão independentes no atribuito de suas funções.

“Não vamos fazer juízo antes da hora, já que não podemos ficar em achismos, em 'denuncismo', é preciso responsabilidade para esse tipo de julgamento do Conselho. O que posso dizer é que, caso o novo presidente, Wagner Pires, eleito pela forma jurídica legal, nomeie uma pessoa que descumpra requisitos normativos, o Conselho vai impedir que essa pessoa assuma qualquer cargo no clube. O Estatuto é para ser respeitado, e tudo que for contra à legislação que rege o clube deve e será impedido”, garantiu João Carlos Gontijo, que ressaltou a soberania do Conselho.

Fiemg/Divulgação
cruzeiro, raposa, joao carlos gontijo

“O Conselho Deliberativo é como se, em uma comparação simples, fosse o Poder Legislativo do clube. Temos que ser provocados em determinados casos, mas qualquer conselheiro pode apresentar denúncias ou pedido de investigações. Claro, dentro das prerrogativas legais. E se houver quem descumpra as regras, até mesmo o presidente do clube, eu como figura máxima do Conselho tenho poder de afastar até o presidente do clube. O Conselho é soberano”, disse.

Leia mais